Programação



08/FEV

SEXTA-FEIRA


10h às 13h - Mostra estudantil de ciência e tecnologia.

Local: Corredor PAF I da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.   

 

10h às 19h - Visitas guiadas do Lado C.

Percurso 6: Trilha represa do Cobre.

Sinopse: Caminhada Ecológica na Área de Proteção Ambiental (APA) da Bacia do Cobre / Parque de São Bartolomeu,  região de um antigo quilombo. No percurso estão as cachoeiras das águas sagradas de Oxumarê, Oxum e Nanã, para lavar os corpos e as almas.

 

Percurso 7: Território Quilombola  do Quingoma.

Sinopse: Localizado em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, o Quingoma é um Território Certificado como remanescente de Quilombo e atualmente enfrenta a disputa pela regularização dos títulos de propriedade dos 3.500 moradores da comunidade. A programação prevê vivências comunitárias, roda de prosa, almoço com uma tradicional comida caseira e contato com lideranças quilombolas e indígenas da região.

 

Percurso 8: Espaços culturais do Rio Vermelho.

Sinopse: Um passeio por um dos bairros mais tradicionais de Salvador, conhecendo alguns de seus espaços culturais mais importantes,  como a Casa de Jorge Amado e Zélia Gattai, a Casa de Iemanjá, que concentra a comunidade de pescadores da região, e a sede do  Grupo Nzinga de Capoeira Angola, no Alto da Sereia.

 

Percurso 9: Casa do Carnaval e visita ao Ilê Aiyê no Curuzu.

Sinopse: Uma dia no carnaval da Bahia. Neste percurso, os participantes conhecerão a base comunitária  festa popular mais famosa do Brasil, em seu berço negro da Bahia. O roteiro inclui visitas à Casa do Carnaval, caminhada pelo Pelourinho, almoço em Alaíde do Feijão e vivência no bairro do Curuzu, onde fica a sede do tradicional bloco afro Ilê Aiyê.  

 

Percurso 10: Bairro da Paz.

Sinopse: O Bairro da Paz é um assentamento urbano existente desde os anos 80, palco de intensa disputas e conflitos pelo direito à habitação e moradia popular. Está situado em uma importante  área de expansão e especulação imobiliária de Salvador. Neste percurso conheceremos o território através de projetos sociais, culturais e educacionais consolidados e atuantes nesta comunidade.  

 

10h às 13h - Oficina de música.

Tema: Vivência com tambores de maracatu.  

Convidada: Mestra Josy do Maracatu Ventos de Ouro.

Sinopse: A oficina propõe uma introdução ao maracatu, onde são estudados os toque, loas e dança além de rodas de diálogos sobre a história e fundamentos do maracatu de baque virado, com a aula dividida por alas (alfaias, caixas, gonguês e agbês), encerrando com um encontro de todos participantes.

Público: 30 pessoas.

Local: Sala 06/07 da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

10h às 13h - Oficina de artes cênicas.

Tema: Artes circenses.  

Convidados: Douglas Rodrigues, Rafael Bandeira e Yerko Haput.

Sinopse: Introdução às técnicas de acrobacia aérea em tecido, acrobacia de solo e malabarismo oferecida por Douglas Rodrigues Rafael Bandeira e Yerko Haput. Após um aquecimento, o grupo será dividido em 3 partes de modo que possam circular pelas três categorias acima descritas tendo uma vivência em cada uma delas.

Público: 45 pessoas.

Local: Sala 8 da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

10h às 13h - Oficina de artes visuais.

Tema: Carimbos artesanais.  

Convidados: Sociedade da Prensa.

Sinopse: A proposta dessa oficina é utilizar a técnica da xilogravura para criar carimbos em borrachas escolares. O resultado será impresso/carimbado em caderninhos, que cada um produzirá durante as aulas, onde constará a produção individual do participante e a do grupo.

Público: 15 pessoas.

Local: Vão livre Instituto de Letras e PAF III da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

10h às 13h - Oficina de literatura.

Tema: Oficina cartoneira.  

Convidados: Oficina da Prensa

Sinopse: Nascido na Argentina o movimento Cartonero utiliza materiais reciclados de baixo custo (papelão, impressões de baixo custo) na montagem de livros. Em nossa oficina, montaremos juntos com a Sociedade da Prensa um livro Cartonero com os textos selecionados na mostra estudantil de literatura da 11ª Bienal da UNE.

Público: 40 pessoas.

Local: Vão livre Instituto de Letras e PAF III da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

10h às 13h - Oficina de audiovisual.

Tema: Narrativas do Cotidiano .  

Convidados: Coletivo Tela Preta.

Sinopse: Uma oficina adequada a artistas profissionais e amadores e estudantes interessados em narrativa cinematográfica.

Público: 20 pessoas.

Local: Sala 9 da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

9h às 13h - Debates educacionais.

Tema 1: Escola sem mordaça e autonomia universitária.

Convidados: Fernando Pena (professor de direito da Universidade Federal Fluminense-UFF e Frente Nacional contra a Lei da Mordaça), Celi Taffarel (professora da Faculdade de Educação-Faced da Universidade Federal da Bahia-UFBA), Emmanuel Tourinho (reitor da Universidade Federal do Pará-UFPA), Lídice da Mata (senadora pelo PSB-BA), Sâmia Bonfim (deputada federal pelo PSOL-SP).

Ementa: O Brasil vive um momento de grave retrocesso e ameaça no setor educacional com a ofensiva de censura e perseguição ao livre pensamento dentro das escolas e universidades, sintetizada em movimentos como o da “Escola Sem Partido”. A Bienal da UNE, realizada em parceria com a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), promove este debate com a intenção de denunciar o cerco a professores e estudantes dentro de escolas da educação básica e do ensino superior, assim como as investidas autoritárias institucionais a centros de ensino como a universidade pública. Os diferentes convidados contribuirão, a partir disso, com o fortalecimento de uma frente ampla de defesa da escola sem mordaça e da autonomia universitária no Brasil.

Local: Palco Refazenda da tenda da Praça das Artes da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

Tema 2: Base Nacional Curricular Comum-BNCC e a escola que queremos.

Convidados: César Callegari (sociólogo, presidente do Instituto Brasileiro de Sociologia Aplicada-IBSA e ex-presidente do Conselho Nacional de Educação-CNE), Lara Sayão (professora da Universidade Católica de Petrópolis-UCP), Adércia Hostin (representante do Forum Nacional Popular de Educação), José Arlen Beltrão (professor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia-UFRB), Tulio Lopes (historiador e professor).

Ementa: A reforma do ensino médio de Michel Temer e o enfraquecimento dos mecanismos de participação social nas políticas educacionais trazem riscos à qualidade da educação básica brasileira. Para debater esse cenário, a Bienal da UNE, realizada em parceria com a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas, convoca este debate com a participação de diversos representantes do movimento educacional. Entre os pontos principais da discussão estará a no Base Nacional Curricular Comum-BNCC, aprovada recentemente, o esvaziamento dos conteúdos críticos transformadores na sala de aula e a necessidade de uma frente de luta por um modelo de educação emancipadora.

Local: Auditório A PAF V da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

Tema 3: Políticas de financiamento para a educação e a ciência brasileira.

Convidados: Alice Portugal (deputada federal e relatora do projeto que transforma o Programa Nacional de Assistência Estudantil-PNAES em lei), Danilo Cabral (deputado federal pelo PSB-PE), Roberto Leher (Reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro-UFRJ), Margarida Salomão (deputada federal MG-PT).

Ementa: O financiamento da educação e da ciência brasileira é um grande desafio diante do período que se inicia, especialmente com o congelamento dos investimentos sociais, a Emenda Constitucional 95 e a inviabilidade de consolidar a aplicação dos royalties do petróleo e do pré-sal no setor. Este debate reúne representantes das principais entidades do ensino superior e pós-graduação no país, a fim de fortalecer a luta nacional contras os cortes na educação e pelo financiamento da pesquisa e tecnologia.

Local: Auditório PAF III da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

Tema 4: Educação não é mercadoria: desafios do ensino privado no Brasil

Convidados: Gilson Reis (presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino-Contee), Mauricio da Silva Ferreira (reitor da Universidade Católica de Salvador-UCSAL), Katherine Oliveira (ex-diretora de universidades privadas da UNE), Luiz Bugarelli (rede nacional de cursinhos populares Podemos Mais).

Ementa: A falta de regulamentação do sistema privado de ensino no Brasil, o avanço dos grandes grupos financeiros sobre o setor e os riscos para a qualidade da educação são os principais temas desta mesa de debate, realizada durante a Bienal da UNE. Representantes do movimento educacional, de diversas frentes, discutirão os riscos da mercantilização e da desnacionalização das escolas e universidades brasileiras, a partir do novo projeto econômico que avança sobre o país.

Local: Auditório B PAF I da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

Tema 5: O futuro da rede de institutos estaduais e federais tecnológicos frente aos ataques sobre a educação pública.

Convidados: Jhonatan Almada (reitor do Instituto Estadual do Maranhão-IEMA), Rodrigo Lima (diretor do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica-Sinasefe), Eduardo Antônio Modena (reitor da Instituito Federal de São Paulo-IFSP), Jefferson Manhães (reitor do Instituto Federal Fluminense-IFF).

Ementa: Após a grande expansão da rede de ensino técnico nas últimas décadas, o Brasil sofre a ameaça de sucateamento do setor a partir do novo projeto econômico que avança sobre o país. A Bienal da UNE, realizada em parceria com a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas, realiza este debate convidando reitores de diversos Institutos Federais para se juntar aos estudantes, avaliando a situação do ensino técnico e promovendo a defesa desse setor no próximo período.

Local: Auditório de Farmácia da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

Tema 6: Universidade pública e democracia na América Latina: 100 anos da Reforma de Córdoba.

Convidados: Rui Vicente Oppermann (reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul), Francisco Tamarit (coordenador da Conferência Regional de Educação Superior da América Latina e do Caribe-CRES 2018), Marcius Gomes (secretário de Relações Internacionais da UNEB e presidente do Fórum Estadual de Educação da Bahia), Valério Arcary (professor titular aposentado do Instituto Federal de São Paulo-IFSP), Fernanda Melchionna (deputada federal Psol/RS).

Ementa: Realizada 10 anos após sua última edição a III Conferência Regional de Educação estabeleceu novas perspectivas para a educação superior na América Latina, além de apontar os distintos debates e conflitos que marcarão o próximo período. Realizada nos marcos do centenário da Reforma de Córdoba (1918) reitores, redes universitárias, órgãos governamentais, professores, trabalhadores e estudantes de toda a região afirmaram a educação como bem público e social e direito humano universal. Por outro lado, a forte presença do setor privado no referido evento é um sinal para a ofensiva dos tubarões do ensino da região. Assim, coloca-se novamente no centro da pauta a defesa da educação pública na América Latina na busca pela construção de uma universidade à serviço da integração justa e solidária do Continente.

Local: Auditório B PAF V da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

Tema 7: Políticas públicas de acesso, permanência estudantil e o epistemicídio do pensamento negro.

Convidados: Cássia Virgínia Bastos Maciel (pró-reitoria de Ações Afirmativas e Assistência Estudantil da Universidade Federal da Bahia-UFBA), Tarcísio Mauro Vago (pró-reitor de Assuntos Estudantis da Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG), Bira Coroa (ex-deputado estadual PT/BA), Fabiana Costa (professora da Universidade Federal do Sul da Bahia-UFSB), Juliana Souza (mestranda em educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul-UFRGS), Dani Monteiro (deputada estadual PSOL-RJ).

Ementa: O ingresso de estudantes das classes populares no ensino superior foi um dos principais legados dos governos populares do Brasil nas últimas décadas. A garantia da permanência desses estudantes e as políticas de assistência nas instituições são o tema deste debate, promovido pela Bienal da UNE, com a participação de dirigentes de entidades educacionais e do movimento estudantil. Na pauta, estarão temas como o financiamento da assistência, a estrutura das universidades brasileiras e a luta para recuperar a expansão do ensino superior no país.

Local: Auditório da Biologia da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

Tema 8: Balanço e perspectivas frente ao encerramento do Plano Nacional de Educação-PNE do Plano Nacional de Pós-Graduação-PNPG.

Convidados: Gilmar Soares Ferreira (secretário de Assuntos Educacionais da Confederação Nacional de Trabalhadores em Educação-CNTE), Andréia Maria Pereira de Oliveira (representante da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação-ANPED), Camila Moreno (mestranda em literatura pela  Universidade de Brasília-UnB), Afonso Florence (deputado federal PT/BA).

Ementa: O Plano Nacional de Educação-PNE e o Plano Nacional de Pós Graduação-PNPG, grandes conquistas da juventude e do setor educacional no último período, foram infelizmente esvaziados após o golpe de 2016, o sucateamento das políticas desse setor e o congelamento do financiamento para o ensino básico, superior e de pós-graduação. A Bienal da UNE convoca este debate para discutir os novos rumos da luta educacional no país, diante do encerramento do PNE, assim como da atual condição de cada uma de suas metas.

Local: Auditório A PAF I da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

13h às 14h - Delírios Utópicos.

Convidado: Cláudio Prado (Produtor cultural e teórico da contracultura e da cultura digital).

Local: Palco Refavela da tenda da Praça das Artes Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

13h às 15h - Atividade cultural.

Bandas: Lote7 e A Cama de Manuela.

Local: Tenda Red Bull Break Time Sessions da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

14h às 15h - Lançamento do livro "A universidade do século XXI".

Convidado: Boaventura de Souza Santos (diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e Coordenador Científico do Observatório Permanente da Justiça Portuguesa).

Local: Ilha de extensão no vão da Biblioteca da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

14h às 15h - Roda de conversa sobre o filme "Jéssicas".

Convidado(a)s: Fernando Sato (Casadalapa).   

Local: Átrio da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

15h às 17h - Vivência itinerante com Paulo Bruscky

Convidado: Paulo Bruscky (artista multimeio).

Sinopse: Conversa com o artista sobre criação artística e os contextos políticos, partindo da exposição em deriva pelo campus da UFBA.

Local: Hall da Biblioteca Central da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

14h às 17h - Debate.

Tema: A luta pela cultura no Brasil e o movimento estudantil.

Convidados(a)s: Priscila Lolata (ex-coordenadora do CUCA da UNE), Ricardo Abreu (ex-tesoureiro da UNE), Ana de Hollanda (ex-ministra da Cultura), Isadora Salomão (mestra em Desenvolvimento e Gestão Social).

Ementa: As lutas populares no país sempre tiveram, a partir da área da cultura, um instrumento de conquista da identidade nacional e da emancipação do povo brasileiro. Diversos movimentos de vanguarda política ou artística tiveram interseção em episódios cruciais da nossa história. Foi assim também com o movimento estudantil, que teve o nascimento do Teatro do Estudante Brasileiro TEB em 1938, logo após a fundação da União Nacional dos Estudantes (UNE). O lendário Centro Popular de Cultura (CPC) da UNE, o projeto das Bienais e do CUCA também fazem parte desse percurso. Esse debate irá lançar olhares sobre a luta da cultura, em vários momentos,  como um caminho de reencontro com o Brasil.

Local: Auditório PAF III da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

14h30h às 17h - Debate.

Tema: Parlamento da educação e da cultura.

Convidado(a)s: Deputados da bancada da educação e da cultura.

Local: Palco Refazenda da tenda da Praça das Artes da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

15h às 19h - Mostras estudantis.

Mostra estudantil de extensão.

Projetos:

  • As práticas integrativas no olhar da saúde popular e movimentos sociais.

  • Despertando a conscientização ambiental nos alunos da escola secundarista governador archer, município de Imperatriz-MA.

  • A cartografia social do grupo Saruvu - estratégias de divulgação com vistas à resistência territorial.

  • Rede de agroecologia da UFRJ.

  • Pluralizando a notícia agroecológica: a extensão universitária como espaço de construção interdisciplinar da formação e da informação.

  • Ensino não formal em geociências: prática no maior bairro de belém-pará com alunos do 9° ano da escola Paulo Maranhão.

Local: PAF I da Universidade Federal da Bahia-UFBA.

Projetos:

  • Voguing, a dança LGBTQI: o enfrentamento à LGBTfobia através de uma narrativa corpo política.

  • Batalha da escada: cultura e hip hop.

  • Revista canteiro.

Local: Ilhas no vão da Biblioteca Central.

Mostra estudantil de artes cênicas.

15h às 15h20 - Caixa de lavadeira (MG).

Local: Teatro do Movimento da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.  

15h25 às 16h10 - Dentrefora (RJ).

Local: Teatro do Movimento da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.  

16h20 às 16h55 - Algodão Doce (PR).

Local: Teatro do Movimento da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.  

17h às 17h15 - Existe uma coisa que não te disseram na escola (MA).

Local: Teatro do Movimento da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.  

17h20 às 17h30 - Resgate do Camarada Lula (MG).

Local: Teatro do Movimento da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.  

17h30 às 19h - Roda das Casas: a micropolítica na prática.

Convidadas: Casa Rosada, Casa Preta, Evoé Casa de Criação, Casa Charriot, Casarão Barabadá, Casa d’A Outra.

Mediação: Neto Machado.

Local: Gramado do Teatro Experimental da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.   

Mostra estudantil de audiovisual: 15h às 16h45.

Filmes:

Cordilheira de Amora II, De Jamille Fortunato (BA), 12'

Ontologia da Corda Preta, De Jéssica Parreiras Marroques (MG), 12'

Como Ser Racista em 10 Passos, De Isabela Ferreira da Silva (MT), 13'35"

Alô, maman, De Michely Ascari (GO), 10'36"

Mais Uma Tentativa Frustrada de Não Falar, De João Pedro Ferreira dos Santos (PE), 10'

Mulheres, De Lyzandra Lopes Silva (PI), 2'10"

José Faustino - Memória Viva do Quilombo Cavalhada, De Lucas Di Faria (PA), 15'29"

PALAFFIT, De Pedro Henrique Siqueira Santos (PE), 15'

Vozes da Seca, De Jeferson Santos (BA), 3'25"

Local: Auditório da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

Mostra convidada de audiovisual: 17h às 18h15.

Filme: O cinema foi a feira.

Convidados: Paulo Hermida (diretor) e Antônio Pitanga (ator).

Sinopse: Décadas após a produção de "A Grande Feira", o documentário reúne a equipe original do filme para recordar histórias dos bastidores de uma obra pioneira no cinema baiano e um dos filmes seminais do Cinema Novo.

Duração: 1h15.

Local: Auditório da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

Mostra estudantil de ciência e tecnologia: 15h às 19h com avaliação.

Local: Corredor PAF I da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

17h às 19h - Roda de conversa.

Tema: Produção e circulação de festivais de música.

Convidada: Mari Boente (produtora cultural), (Festival Radioca).

Local: Tenda Red Bull Break Time Sessions da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

17h às 19h - Sarau da mostra convidada e estudantil de literatura.

Convidada: Pedro Bomba (poeta) e Adelaide Ivanova (poeta).

Local: Palco Refavela da tenda da Praça das Artes Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

18h15 às 21h - Mostra convidada de audiovisual.

Filme: Pitanga (documentário), seguida de debate.

Convidado: Antônio Pitanga (ator).

Sinopse: A trajetória e a carreira de Antônio Pitanga, um dos grandes atores do cinema brasileiro, protagonista de momentos marcantes da cinematografia nacional.

Duração: 1h53min.

Local: Auditório da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

19h às 21h - Mostra convidada Lado C.

Tema: Mestre Moa do Katendê.

Convidados: Grupo Amigos do Katendê.

Local: Tenda da Praça das Artes Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

20h às 21h - Samba de Roda do Recôncavo.

Convidados: Samba das Raparigas - Saubara Bahia.

Local: Palco Refavela da tenda da Praça das Artes da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.

 

19h30 às 20h40 - Mostra convidada de Artes Cênicas.

Peça: Concerto em Ri Maior.

Companhia: Cia dos Palhaços.

Sinopse: Uma comédia musical que surgiu em 2005 a partir de jogos de improvisação de palhaço com a música. Na peça, o maestro e palhaço Wilson Chevchenco apresenta um concerto baseado em sua origem russa e conta com a ajuda de Sarrafo, seu fiel amigo, para executar as obras de sua família e ser compreendido pela plateia, já que não fala o idioma português.

Local: Teatro do Movimento da Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia-UFBA - Campus Ondina.  

 

22h às 22h40 - Mostra estudantil de música.

Banda: Coqueiro Alto, Cajú Pinga Fogo.

 

23h às 2h - Atividade cultural.

Convidados: OQuadro e BaianaSystem.

DJ: Preta.

VJ: Selene.

Local: Wet’n Wild